A Grande Fronteira da Robótica - Inteligência Robótica - IA

|





Para onde vamos? Ou seria para onde os robôs vão? Seria quando nosso cérebro for replicado em  maquinas?
Neste texto apresento uma perspectiva da robótica na atualidade e o futuro e evidencio os limitantes para a questão: Porque os robôs ainda não estão entre nós varrendo casas ou brincando com as crianças?
Apresento também o estudo chamado "Blue Brain Project". Como possível alavanca dessa transformação.
Então vamos mergulhar nesse horizonte?

Estamos no século XX ?  Pasmem senhores é o tão sonhado  século XXI e os Jetsons ainda não invadiram a minha casa. Algo está errado?




Perguntem aos seus sábios oras... não sou vidente. Só sei que uns e outros robôs já estão por ai dando ares de robô mas o  que eles fazem mesmo e bater com a cara na parede e aspirar pó.



Nem perto do que prometeram os filmes IA-Inteligencia artificial e Odisseia no Espaço. A revolta é tão grande que estou pensando em devolver o bilhete do cinema e pegar o dinheiro de volta.





Há mas tem o Asimo. fofo né? Depois de 40 anos de projeto para aprender a andar e subir escadas também...
Há... ir a  Lua foi "fichinha", "mamão com mel", "fácil pá dedel"?


Então o que falta para os servos maquinicos se expressarem como gente?
Olhe para você mesmo. Não to falando do seu rosto... seu homosapies. Estou me referindo ao que faz você ser quem você é. Como diriam nos filmes: "Look at your mind" (olhe sua mente mente) seu cérebro este bendito bolo de gosma melecosa e pegajosa guarda toda a informação que diz quem você é.
Quando você se pergunta quem é Bil Goiaba(digamos que esse seja seu nome) a informação não vem do seu dedo mindinho e vai para a sua boca. Claro que não. De forma que se você decepar essa parte do corpo você continuará sendo você ou melhor lembrando que você é Bil Goiaba.
Bem... passado por toda esse entendimento didático notamos que o cérebro é a chave para o futuro da robótica. Há mas pode ser de uma barata então?
Veja bem... Barata não tem cérebro como o nosso e é por isso que ao olhar o espelho a barata não reconhece quem está lá.
Então há diferenças gritantes entres os cérebros? Sim o Cérebro do ser humano é como Babalu dos chicletes ou a Ferrari da galeria dos cérebros. E assim como esses passaram por um processo de desenvolvimento adaptação e melhoramento por anos até chegar a um produto refinado(nossa a Babulu agora tá se achando) o cérebro passou pelo mesmo processo. Obviamente não houve um engenheiro propriamente para tal tarefa, mas a famosa evolução natural das espécies: Sim! E ai não tem como não evocar o cara mais putão de todos nesse assunto: Apresento o senhor Charles Darwin (essa é a hora que a imagem dele surge e vocês deveriam bater palmas).




Bem como o gênio já comentou os mais adaptados sobrevivem. E nesse jogo de dados de tentativa e erro a espécie humana foi a que mais investiu na complexidade do cérebro.
Podemos ver na foto abaixo que os projetos anteriores não foram jogados fora. Compartilhamos da mesma estrutura que répteis, peixes e anfíbios cada qual com um nível de complexidade diferente que foi sobreposto com o passar dos milhares de anos de evolução.



  Veja a imagem real do danado se você ainda está duvidando:



Então temos a chave para o futuro da robótica em nossa cabeça. Mas como os neurocientistas afirmam: "O cérebro humano é uma das estruturas mais complexas que conhecemos"
O Neocortex é a parte que nos torna capaz de achar que somos mais espertos que os demais e permite criar toda uma visão racional do mundo, projetar o futuro e fazer o que chamamos de inteligência como gostaríamos que os robôs tivessem.

Precisamos da mesma solução que após  "trocentos" anos a evolução gerou.
Temos a certeza disso pois as varias técnicas aplicadas na robótica moderna são incapazes de resolver problemas simples sem um treinamento ou que um programador tenha solucionado.
Hoje sabe-se que o segredo para a robótica do futuro é fazer o robô aprender, como as crianças fazem. Aprender permite que mediante condições diferentes e desconhecidas possa ser obtido um resultado satisfatório.
O Asimo por exemplo após décadas de projeto sobe escadas ok? Agora coloque um muro na frente dele e diga pula garotão. Vai... Ele sabe subir escadas mas pular uma parede... Neca, Nou. Agora lembra de quando você era criança? Quando aprendeu a andar logo subia em árvores e pulava o muro para pegar uma bola.
Estamos sempre prontos, pois aprendemos a mudar, a nos adaptar ao meio e sermos criativos.
E o cérebro do homem é o mais arrojado artefato disponível no nosso mundo a realizar tal tarefa

Cientes disso venho comentar sobre o projeto "Blue Brain Project" desenvolvido na Suíça e liderado pelo pesquisador: Henry Markram  e tem como proposta recriar o Neocortex e permitir a inteligência simulada. Na prática é criar um cérebro dentro de um computador.
Vejam o vídeo(legendado) que é uma palestra sobre o projeto:


Link fonte: http://www.ted.com/talks/henry_markram_supercomputing_the_brain_s_secrets.html

Resumidamente: A simulação de um neurônio usa a capacidade computacional de um notebook moderno então é preciso muitos para simular um cérebro. Foram na IBM(que possui super computadores) e simularam a quantidade que o cérebro possui e constaram o seu funcionamento. Foi sugerido que em 20 anos já será possível um cérebro desse totalmente funcional com a capacidade de conversar e apresentar essa palestra.
Agora são feitos mais estudos para o aprimoramento desse projeto. E pode ser visto no link: mais informações: http://bluebrain.epfl.ch/

Veja vídeo da  simulação:




E este vídeo documentário sobre a pesquisa:




Então o que o futuro reserva para os robôs são os nossos cérebros e a habilidade de pensar como nós.
Feito isso os Jetsons vão invadir a sua casas e o mundo será mais próximo como nos filmes futuristas.
Até lá nos encontramos pela Web para bater um papo como reles mortais.

Nota sobre o texto:
Espero ter elucidado de uma forma lúdica e didática um pouco do que há de ponta no mundo da robótica e que está sendo desenvolvido fora das linha imaginaria desse país. E de alguma forma nortear entusiastas e amantes desse ramo. Bem como a troca de informações
Aguardo comentários e críticas para enriquecer a postagem.  
 

Fontes, acesso: 31/08/2013
Revista: Servo Magazine 11-2003 
Link:
http://www.healthmanaging.com/blog/wp-content/uploads/2011/02/05-Los-tres-cerebros.jpg
http://www.infoescola.com/wp-content/uploads/2010/01/neur%C3%B4nio.gif 
http://demeliou.files.wordpress.com/2013/02/screen-shot-2013-02-25-at-1-33-36-pm.png
http://arttechlaw.com/wp-content/uploads/2011/12/blue-brain-simululation_vfqTM_54.jpg
http://robertacucchiaro.files.wordpress.com/2012/02/jetsons.jpg

http://2.bp.blogspot.com/_1YPJa6UFkYs/TDSbQ-4YOqI/AAAAAAAAAHY/68p6AahtkjE/s320/2001-uma-odisseia-no-espaco-a-blogueira.jpg
http://showmetech.band.uol.com.br/wp-content/uploads/2011/11/asimo_large_verge_medium_landscape.jpg 



Gostou desta publicação? Incentive mais visitando:
LOJA do Brasilrobotics








3 comentários:

Cassio disse...

Cara, Parabéns! Acabei de conhecer seu blog e tô gostando pacas...
Muito interessante a forma que você conduz seus textos, me divirto e ao mesmo tempo fico por dentro das novas tecnologias. Continue escrevendo e hackeando coisas.

Brasilrobotics disse...

Fico feliz que tenha gostado
o retorno de quem deu uma passada aqui é importante e incentiva a fazer mais.
Agradeço a atenção.

Gilvany Oliveira disse...

Muito bom o blog, o texto e as reflexões.

Grande abraços.

 

©2010 Brasil Robotics | by Gamesh_